Gestão de qualidade

Garantia de qualidade da empresa

O sistema voluntário de ensaios e certificação da STANDARD 100 by OEKO-TEX® baseia-se na responsabilidade individual dos fabricantes ao longo da cadeia têxtil. Com a sua declaração de conformidade, as empresas assumem um compromisso juridicamente vinculativo em como as amostras representativas ensaiadas pelo instituto competente corresponderão em termos de qualidade à produção corrente durante toda a validade do certificado OEKO-TEX®.

Para um certificado ser emitido, é necessário demonstrar a existência de um sistema de garantia da qualidade que assegure em permanência as técnicas de transformação, corantes, auxiliares, modos de preparação e composições dos materiais estipulados na candidatura à certificação.

Se o titular da licença trabalhar em colaboração com outras empresas ou importadores, pode delegar nestes uma parte da gestão da qualidade. Porém, estas entidades terão igualmente de demonstrar que adoptaram as medidas necessárias para garantir a qualidade humana e ecológica dos produtos nas respectivas operações.

Se um produto certificado for alterado qualitativamente devido à alteração de procedimentos técnicos, novos modos de preparação ou utilização de outros corantes e auxiliares, o têxtil deve ser novamente testado pelo instituto de ensaio responsável e as suas características devem ser novamente documentadas num certificado detalhado.

Gestão de qualidade da Associação OEKO-TEX®

A Associação Internacional OEKO-TEX® contribui, através de inúmeras medidas, para a protecção de produtos, para a garantia do nível de ensaio e para a protecção da marca de aprovação registada OEKO-TEX®. Fazem também parte:

  • um sistema de ensaio unitário, tal como definido na STANDARD 100 by OEKO-TEX® (procedimento de ensaio) e no Guide Book interno
  • formações e trocas de conhecimento e experiências no âmbito de reuniões de técnicos e encontros de especialistas com representantes de todos os institutos de ensaio autorizados
  • pesquisa e desenvolvimento de critérios
  • testes interlaboratoriais entre os institutos de ensaio
  • auditorias dos institutos de ensaio para monitorização e formação da qualidade de ensaio através de representantes da Associação Internacional OEKO-TEX®
  • auditorias de empresas para garantir um procedimento de certificação ideal e um apoio direccionado à garantia de qualidade operacional

Auditorias de empresas

Para apoiar e optimizar a garantia da qualidade operacional das empresas de todo o mundo participantes no sistema OEKO-TEX®, os institutos-membros da OEKO-TEX® efectuam uma auditoria à empresa proponente, como processo obrigatório de cada procedimento de certificação.

As visitas às empresas permitem aos auditores ter uma vista geral sobre a situação operacional, podendo, assim, aconselhar sistematicamente as empresas em casos de dúvidas e problemas frequentes. Fazem parte, por exemplo, indicações sobre a selecção de amostras de materiais, apoio na descrição de grupos de artigos no certificado, bem como o apoio em relação à declaração correcta e completa dos corantes, auxiliares e químicos utilizados, tendo em conta as matérias-primas e os componentes.

Ainda em relação à formação dos responsáveis pela qualidade, que são responsáveis pela implementação dos critérios da OEKO-TEX® exigidos, a empresa receberá ainda, conforme necessário, por parte dos auditores, conselhos sobre a utilização correcta e em conformidade com a lei do rótulo da OEKO-TEX® para a identificação de produtos e outros motivos de marketing e comercialização.

A monitorização da empresa é realizada pouco antes ou depois da emissão do certificado, sendo repetida de três em três anos.

Ensaios de controlo

A Associação Internacional OEKO-TEX® financia todos os anos controlos a produtos representativos de, pelo menos, 20% de todos os certificados emitidos.

Os institutos-membros autorizados compram artigos disponíveis no comércio convencional com o rótulo OEKO-TEX® e verificam se as características humanas e ecológicas do produto correspondem, de acordo com a declaração de conformidade do fabricante, à qualidade das amostras.

A verificação dos produtos das fases preliminares é efectuada com base em amostras de materiais do fabricante.

Em caso de incumprimento dos critérios exigidos, é pedido ao respectivo titular da licença por parte do instituto OEKO-TEX® responsável que elimine o mais rapidamente possível as insuficiências e que envie amostras da produção melhorada para um novo ensaio.

Irregularidades sucessivas no âmbito dos controlos aos produtos podem ter como consequência a retirada do certificado OEKO-TEX® existente.

Controlos de empresas

Além dos controlos a produtos no mercado, a Associação Internacional OEKO-TEX® conta com a colaboração de auditores independentes, que efectuam visitas-surpresa a unidades fabris em todo o mundo pertencentes a empresas com o certificado OEKO-TEX®.

Eles verificam no local se as condições de produção satisfazem as exigências da OEKO-TEX® Standards 100 e dão, caso necessário, indicações às empresas para a optimização de sistemas de garantia de qualidade existentes.

Protecção dos direitos da marca

A crescente notoriedade do rótulo "Confiança nos Têxteis - Testado a substâncias nocivas segundo a STANDARD 100 by OEKO-TEX®" exige uma protecção eficaz dos direitos da marca registada.

Se durante os ensaios de controlo, as visitas a unidades de produção e as observações de mercado realizadas pelos institutos-membros da OEKO-TEX®, forem detectadas irregularidades em produtos certificados, isso pode resultar na retirada do certificado existente.

Em especial, nas seguintes situações:

  • As indicações feitas pelo fabricante em relação à qualidade do produto verificado aleatoriamente não correspondem às amostras.
  • O fabricante não comunicou ao instituto de ensaio competente da Associação Internacional OEKO-TEX® uma alteração às características técnicas dos seus produtos certificados ou não a comunicou atempadamente.
  • O rótulo do produto têxtil certificado não corresponde aos requisitos da norma. As falsificações e o uso indevido da marca constituem um delito penal e serão objecto de acções civis e penais por parte da Associação OEKO-TEX®.