Sistema de concepção modular

A certificação do produto segundo a STANDARD 100 by OEKO-TEX® está concebida de forma modular, ou seja, artigos têxteis podem ser verificados e certificados em todas as etapas de processamento (incluindo o fabrico de acessórios).

É, então, possível uma emissão de certificação para:

➔ matérias-primas, fibras, filamentos
➔ fios, em bruto ou processados
➔ estrutura de superfície têxtil, em bruto e processada (tingida, impressa, equipada)
➔ produtos finais confeccionados
➔ acessórios têxteis e não têxteis

Componentes de um produto final uma vez certificados são reconhecidos e não têm de ser novamente certificados no produto final, no âmbito dos processos de certificação em etapas posteriores, bastando apresentar um certificado válido e amostras de materiais representativas.

Através deste princípio de concepção modular é possível evitar verificações duplas e os encargos financeiros para a certificação distribuem-se por todas as etapas de produção abrangidas. Desta forma, a certificação OEKO-TEX® é também interessante para as confecções, com os seus artigos de fabrico complexo.

A qualidade humana e ecológica de um produto final é da responsabilidade do fabricante, que influencia, através da selecção dos componentes nas respectivas etapas de processamento, a constituição química. O certificado OEKO-TEX® reflecte esta responsabilidade durante um ano para produtos em conformidade com a OEKO-TEX®, que supõe uma ligação contratual da empresa ao sistema OEKO-TEX®.