Concepção

A indústria têxtil caracteriza-se por uma forma de colaboração na qual cada fase da produção, desde a matéria-prima ao produto têxtil acabado, muitas vezes está situada numa parte diferente do mundo. Esta estrutura fortemente fragmentada reflecte-se nas complexas relações de aprovisionamento entre todas as empresas envolvidas na cadeia têxtil. Além disso, cada país tem os seus próprios regulamentos em matéria de ambiente.

Aqui entra em acção a ideia inicial da OEKO-TEX® Standards 100: O objectivo do catálogo de critérios é compensar a diferença global existente na avaliação das substâncias nocivas. O sistema OEKO-TEX® permite identificar e eliminar eventuais fontes de substâncias problemáticas em cada fase do processo. Assim que um produto têxtil é utilizado numa nova combinação ou o respectivo material sofre uma alteração química, é necessário um novo ensaio.

  • Para as empresas do sector têxtil e do vestuário, face à organização global e ao carácter fragmentário da cadeia de produção dos produtos têxteis, o catálogo de critérios da OEKO-TEX®proporciona, pela primeira vez, um padrão de avaliação uniforme e baseado em critérios científicos para potenciais materiais problemáticos nos têxteis.
  • Para os clientes finais interessados, o rótulo OEKO-TEX® representa o valor adicional de segurança verificada para vestuário e outros produtos têxteis sem risco para a pele. Desta forma, a marca de aprovação assume um papel importante na decisão durante a compra de têxteis.